Associadas

save_more_than_fuel._2.png
O Preço dos Combustíveis

Informações Apetro

Insira aqui o seu email caso pretenda receber informações emitidas pela Apetro.

Curiosidades

A Indústria Petrolífera tem um papel decisivo na Economia
dsc_45122.jpg
Realizou-se ontem no ISCTE, a apresentação do estudo “CONTRIBUTO DA INDÚSTRIA PETROLÍFERA PARA A ECONOMIA PORTUGUESA”.

Tal como referiu o Prof. Dr. José Paulo Esperança, Presidente da Escola de Gestão do ISCTE/IUL, o estudo desenvolvido pelo ISCTE/AUDAX para a Apetro, é um excelente exemplo do que deve ser uma profícua relação de parceria entre a Academia e o mundo empresarial. A apresentação deste “retrato da Indústria Petrolífera” esteva a cabo dos professores Eurico Brilhante Dias, Coordenador do Estudo e de Gonçalo Pernas, que abordou a parte relativa à Sustentabilidade Empresarial.

Para além de dados interessantes como: o setor ter representado, em 2013, 20% do total dos impostos sobre produtos, num montante aproximado de 4,1 mil milhões de euros; uma produção de 9,4 mil milhões de euros (4,4 % da produção nacional), ter sido responsável, em 2015, por 3,7 mil milhões de euros de exportações, que representam entre 7,3 e 8% do total de exportações de bens nacionais; contribuir de forma direta, indireta e induzida para 53 mil postos de trabalho qualificados e com um salário médio – a valores de 2012 – superior à média nacional em 12,7%, foi igualmente sublinhado o serviço prestado à comunidade, quer intrinsecamente, por intervenções diretas nas operações, quer através de um conjunto de boas práticas da Indústria, que transferem valor para a sociedade, em particular na área social.

dsc_4584_2.jpg
O Sr. Secretário de Estado da Energia, Dr. Jorge Seguro Sanches, encerrou esta sessão, sublinhando o papel importante que a Indústria desempenha, considerando-o até decisivo para a economia, bem como a importância que um Estudo desta natureza, realizado por uma entidade com a credibilidade do ISCTE/Audax tem, para a transparência do setor energético em geral e petrolífero em particular.

Consulte o Estudo completo aqui.

 
14/09/2016 
 
Apetro apresenta Estudo “Contributo da Indústria Petrolífera para a Economia Portuguesa”
cont_2.jpg
O contributo de um setor de atividade para a economia vai muito para além das atividades diretas que executa e que decorrem do espetro do seu negócio. Se é certo que essas atividades contribuem com investimento e emprego, com exportações, mas também importações, não deixa de ser menos verdade que uma atividade económica tem a utilidade que gera para o conjunto de partes interessadas – para fornecedores, clientes e para o próprio Estado –, e num espectro mais lato para a comunidade em que se insere. Neste último caso, em bom rigor, para a qualificação do emprego e dos salários, dos produtos e do território.

No caso português a questão ganha especial acuidade quando sabemos que a matéria-prima é importada e que as nossas necessidades são satisfeitas pela transformação de uma parte importante do défice da balança de bens. Ainda assim, sabemos hoje que este setor tem uma particularidade que deve ser sublinhada. É um setor duplamente importador e exportador, emergindo na balança de bens dos dois lados, com particular importância nos últimos, com exportações quer de gasolina, quer de gasóleo.

A equipa do AUDAX-ISCTE desenhou, a pedido da APETRO, uma metodologia que permitisse responder a esta perspetiva mais lata de contributo setorial. Primeiro, com uma delimitação do âmbito à parte downstream do negócio, em particular delimitando a operações em Portugal (e a resultados de empresas residentes, com CAE registado em atividades desde a fabricação (transformação) à distribuição retalhista. Segundo, procurando identificar valor e fluxos nos elos da cadeia de valor e, neste último caso, incluindo os momentos em que esses mesmos fluxos são retidos entre atividades e/ou agentes económicos. Por fim, procurar com dados primários, recolhidos com instrumento especialmente desenhado para este estudo, que nos levasse a perceber como este setor contribui para as melhores práticas no âmbito da sustentabilidade (económica, social e ambiental).
 
O resultado, é o Estudo hoje apresentado no ISCTE, que pode ser consultado na íntegra aqui.   

13/09/2016
 
Conferência APETRO 2016 - Produtos Petrolíferos e Sustentabilidade
imagem_site_noticia.jpg

 

No próximo dia 18 de outubro realizar-se-á a Conferência APETRO. 
Mais informações acerca do programa e inscrição de partcicipação serão publicadas brevemente.

  
 

31/08/2016
 
Inf. 52 - Evol. Mercado dos Prod. Petrol. - PMVP Butano(garrafas) e Propano(granel) - 2º Tri. 2016
informacao52.jpgApresentamos o complemento da análise da evolução do mercado dos produtos petrolíferos no 2º trimestre de 2016, (Informação nº 49), com a estrutura dos preços médios de venda ao público em Portugal do Butano Garrafas e do Propano a Granel no 2º trimestre de 2016, no trimestre anterior e no trimestre homólogo. Informamos que os Custos com “Armazenagem, Distribuição e Comercialização” incluem o frete e o transporte já que as cotações são FOB (free on board).


Leia aqui a Informação nº52.
Faça aqui o download de outras informações.
12/09/2016
 
Inf. 51 - Evol. Mercado dos Produtos Petrolíferos - Consumos - 2º Tri. de 2016
informacao51.jpgApresentamos o complemento da análise da evolução do mercado dos produtos petrolíferos no 2º trimestre de 2016, (Informação nº 49), com a análise da evolução dos consumos nesse trimestre e no trimestre homólogo.


Leia aqui a Informação nº51.
Faça aqui o download de outras informações.



12/09/2016
 
“Visão sobre o Futuro dos Transportes na UE”
logo_fuels_europe_2.jpg
Os Transportes desempenham um serviço fundamental para a sociedade, oferecendo a capacidade de mover pessoas, bens e serviços. O acesso à mobilidade, contribui de forma decisiva para a qualidade de vida dos cidadãos europeus e está intrinsecamente ligado ao crescimento económico.

Enquanto tecnologias alternativas são cada vez mais utilizadas nos transportes, os combustíveis resultantes da refinação do petróleo são, e continuarão a ser por muitos anos, a fonte de energia proeminente, devido a uma combinação de fatores, como o seu superior teor energético, o seu mais fácil transporte e armazenamento, a existência de uma robusta infraestrutura de abastecimento, e o seu comparativamente menor custo.
 
Como um dos principais contribuintes para o sistema de transportes da UE, a indústria de refinação da UE representada pela FuelsEurope divulgou ontem um documento com a sua “Visão sobre o Futuro dos Transportes na UE” pretendendo assim contribuir de forma construtiva para o futuro debate sobre os transportes, apresentando uma visão realista, sustentável e custo eficiente.
 
Por se tratar de um tema com uma enorme relevância para a sociedade e para os cidadãos, este tema será igualmente debatido na Conferência Apetro – Produtos Petrolíferos e Sustentabilidade, que se realizará a 18 de outubro na Fundação Oriente, e que será abordado por John Cooper, Diretor Geral da FuelsEurope.

Leia aqui a tradução do comunicado à imprensa divuldado ontem pela FuelsEurope, sobre este assunto.

09/09/2016
 
Informação e Folhas de Opinião
  •   informacao52.jpg  

    Informação nº 52

    Evol. Mercado dos Produtos Petrolíferos
    PMVP Butano Garrafas
    Propano granel
    2º Tri. de 2016

    » Download     

  •   informacao51.jpg  

    Informação nº 51

    Evolução do Mercado dos Produtos Petrolíferos 2º Trimestre de 2016 - Consumos

    » Download     

  •   informacao_50.jpg  

    Informação nº 50

    Guia Setorial para a Proteção e Remediação de Solos e Águas Subterrêneas no Setor Petrolífero

    » Download     

  •   informacao_49.jpg  

    Informação nº 49

    Evol. Mercado dos Produtos Petrolíferos
    Consumos
    2º Tri. de 2016

    » Download